terça-feira, 22 de junho de 2010

Pra Começar...


Nunca fui uma pessoa magra. Durante muito tempo treinei natação 6 vezes por semana, competi em piscinas e maratonas aquáticas por mais ou menos uns 6 anos. Essa foi a única época em que me aproximei mais do status de "magra". Mas, ao mesmo tempo, aprendi também nessa época a comer feito um somaliano tomando Biotônico, já que o treino pesado me dava muita fome.

Quando comecei a faculdade, foi diminuindo o interesse pela natação e aumentando pelas festas (e pela cervejinha, claro). Mas o costume de comer loucamente, claro, continuou o mesmo. Em 5 anos de faculdade, passei dos 59 para os 69 quilos, e diminuí pra quase nunda a frequência da atividade física.

Durante algum tempo me conformei com as calças não servindo e as tardes na frente da TV comendo besteira, até que não deu mais. Procurei o Vigilantes do Peso em 2008 e consegui, em 6 meses, emagrecer 7 quilos. Mas assim que o período de manutenção acabou, voltei a comer não como antes, mas próximo disso. E a balança virou inimiga de novo.

No último ano, resolvi voltar a praticar exercício e tentar voltar a comer direito por conta própria. Hoje em dia faço musculação 2 vezes por semana e exercício aeróbico (jump, bike, step) de 2 a 4 vezes por semana. Troquei bastante de massa, ganhei mais músculos, a balança deu uma trégua. Mas os finais de semana com almoço em restaurante e jantar com pizza na frente da TV vendo Dexter ainda me aterrorizam na segunda-feira.

E durante todo esse tempo, e aé hoje, sempre senti falta de ter alguém mais ou menos na mesma situação que a minha, pra dividir as angústias e as conquistas. Lógico, divido sempre com a minha família, meu namorado, que me apóiam muito e vivem me dando bronca, mas nenhum deles passa muito por esse efeito sanfona que eu vivo. Aí, pensei:  por que não fazer um blog?

Sempre gostei muito de escrever; tive mil diários, escrevia algumas historinhas, coisinhas assim. Com toda essa nova moda de blog, Twitter e o escambau nos últimos tempos, comecei a ter vontade de montar um blog pra mim, mas ainda não sabia sobre o quê escrever.

Então pensei na minha longa e dicícil relação com aquele ser tenebroso: A BALANÇA.

Espero que este blog sirva de consolo para que as outras Julianas por aí que vivem brigando com este aparelhozinho medíocre! E vamos lá que um dia a gente consegue, se não eliminar esse medo, pelo menos conviver bem com ele! =)

2 comentários:

Vívian disse...

Ah, eu tbém adoro o dexter!
Nunca o vi pela televisão. Baixei os episodios e estou assistindo no pc.
Eu tbém nunca fui magra, e mesma que em algum momento eu tenha sido, eu nunca me vi como tal, pois minha familia deixou danos psicologicos irreparaveis na minha percepção de corpo. Sempre me chamava de gordinha, e sempre arrumavam algum defeito pra mim.
Meus pais, graças a deus, nunca fizeram isto, mas minhas tias...
Há 3 anos eu aprendi a superar toda esta revolta com meus familiares, e a briga agora é comigo.
Briga mesmo, pois no 5º dia de dieta eu estou num mal humor do cão rs, me controlando pra não cair em tentação
bjs e abraços

Blog da Renata disse...

Oi flor... tô te seguindo. Também estou na luta contra a balança!!!
Vamos conseguir! Força! E não desista nunca, recomece quantas vezes forem necessárias!
Obs: peguei sua figura da velhinha matando a balança... me senti assim hoje! Obrigada! Se quiser deleto do meu blog, me avisa!
Beijo!